6 Formas de utilizar capital de giro no final do ano

capital de giro no final do ano

 

capital de giro no final do ano

Ter capital de giro no final do ano é muito importante para qualquer tipo de empreendimento. Esta época costuma ser bem movimentada em todos os segmentos: seja pela correria em poder dar férias coletivas e deixar tudo preparado ou para os negócios que lucram justamente neste período, seja pelas vendas de Natal ou pelas férias de verão.

De qualquer forma, é importante ter dinheiro em caixa para dar conta de honrar os pagamentos ou, caso isso não seja problema para você, começar a planejar aquele investimento para o ano seguinte. Confira abaixo seis maneiras em que o capital de giro é importante para o seu negócio no final do ano:

1. Pagar o 13º da equipe

O 13º salário é um direito trabalhista a todos os funcionários registrados e têm prazos de pagamento que devem ser cumpridos. A primeira parcela pode ser paga a partir de fevereiro e deve ser quitada até a data-limite de 30 de novembro. Já a segunda parcela deve ser paga até o dia 20 de dezembro. Empresas que não cumprirem estes prazos estão sujeitas à multa.

2. Pagamento de férias

Cada empresa tem uma política quanto às férias concedidas à equipe (desde que de acordo com a legislação trabalhistas). Há aquelas que distribuem as férias ao longo do ano, mantendo o funcionamento durante o ano inteiro. No entanto, ainda há muitos empreendimentos que, por causa da baixa demanda nesta época, preferem conceder férias coletivas. Neste caso, é fundamental ter dinheiro em caixa para compensar os dias não trabalhados e garantir o pagamento das férias à equipe.

3. Contratação de temporários

Enquanto alguns empreendimentos concedem férias coletivas, há aqueles que têm no final do ano o seu maior faturamento. Para se antecipar e dar conta da alta procura, muitas vezes é necessário contratar mais gente para conseguir atender todos os clientes. Isso é muito comum em comércios que aumentam as vendas com o Natal ou estabelecimentos localizados na praia, já que muitas pessoas aproveitam as férias de verão para irem ao litoral.

4. Aumentar o estoque para as vendas de Natal

Se o ano não foi muito bom, mas a expectativa para as vendas de Natal é grande, é fundamental ter estoque para garantir o aumento nas vendas! O capital de giro também é bem útil para se antecipar à procura dos clientes por presentes de Natal, roupas novas ou até itens de decoração para a época. Sem estoque não há venda e você ainda corre o risco de perder o cliente.

5. Preparar o estoque para o ano seguinte

Quem vendeu bem no final do ano também não pode começar o ano com o estoque zerado, não é mesmo? Logo os seus clientes voltarão das férias, os seus funcionários também retornarão e é preciso começar tudo de novo. Para começar o ano com o pé direito garanta que o seu estoque esteja em dia e fidelize a sua clientela para o ano inteiro!

6. Planejar aquele investimento pro novo ano

Você tem algum plano para melhorar os negócios no ano que se inicia? Talvez investir mais em propaganda, comprar um equipamento novo ou até mesmo fazer aquela reforma que você queria há tanto tempo. Melhorias são sempre importantes para a saúde do seu negócio e podem ser decisivas para o aumento nas vendas no novo ano.

Para todas estas situações, a BluSol é a sua parceira de negócios! Com o nosso Microcrédito Produtivo e Orientado ajudamos micro pequenos negócios a conquistarem seu espaço no mercado.

Saiba mais sobre o Microcrédito BluSol