BluSol

Institucional

A Instituição Comunitária de Crédito Blumenau Solidariedade – ICC BluSol nasceu de uma iniciativa encabeçada pela Prefeitura do município de Blumenau, inspirada nos princípios do Grameen Bank, primeiro banco do mundo especializado em microcrédito.

Foi fundada em 28 de agosto de 1997, iniciando suas atividades em 15 de dezembro do mesmo ano, com o objetivo de fomentar o desenvolvimento sócio econômico local através da concessão de microcrédito à empreendedores, formais e informais, urbanos e rurais, para que esses possam potencializar sua atividade econômica.

O BNDES através do PCPP – Programa de Crédito Produtivo Popular financiou, em 1998, o primeiro aporte à instituição no valor total de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais).

Atualmente a BluSol atua em mais de 130 municípios dos estados de Santa Catarina e do Paraná visando, através do microcrédito, ser instrumento de geração de trabalho e renda e uma ferramenta de inclusão social.

Missão

Prover produtos, serviços e orientação em microfinanças promovendo o desenvolvimento socioeconômico e a melhoria da qualidade de vida.

Visão

Ser uma instituição de microfinanças, referência no Brasil, reconhecida como importante ferramenta de desenvolvimento, geração e manutenção de emprego e renda sustentável na região onde atua.

Público-Alvo

Empreendedores autônomos, MEI’s e micro e pequenas empresas, do meio rural ou urbano

A – Capital de Giro: matérias-primas, mercadorias e insumos.

B – Capital Fixo: aquisição de máquinas, ferramentas e equipamentos novos e usados, melhoria e ampliação das instalações do negócio, reforma de máquinas, equipamentos e veículos utilitários.

Objetivos

• Fomentar  empreendedores formais e informais, do meio rural ou urbano, visando à geração de trabalho e renda.
• Ser uma ferramenta de inclusão social.
• Promover o desenvolvimento sócio econômico local e regional.

Organização Não-Governamental (ONG)

O BluSol se define como uma associação civil ideal, sem fins lucrativos, nova ordem jurídica que rege o terceiro setor, com uma presença majoritária de representantes da sociedade civil. Procura um equilíbrio entre o objetivo público e a gestão privada, profissional e participativa, visando articular a disponibilização de acesso a crédito a uma população de empreendedores com dificuldades de acessar, com objetivos de criação, crescimento e consolidação de empreendimentos.

Trata-se de uma Organização Não-Governamental (ONG), qualificada em 8 de março de 2002 como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), sendo o seu Conselho de Administração composto por 8 (oito) entidades. Abrange, desta forma, vários segmentos da sociedade e não tem medido esforços para solidificar a instituição.

Para a operacionalização de sua atividade, foi constituído fundo próprio com aporte de capital da Prefeitura Municipal de Blumenau, no montante de R$ 1.000.000,00 ( um milhão de reais ). Tem, em seu Conselho de Administração, como associadas, entidades como:

  • Associação Empresarial de Blumenau – ACIB,
  • Associação das Micro e Pequenas Empresas de Blumenau – AMPE,
  • Câmara dos Dirigentes Lojistas de Blumenau – CDL,
  • Câmara Municipal de Blumenau,
  • Universidade Regional de Blumenau – FURB,
  • União Blumenauense de Associação de Moradores – UNIBLAM e
  • Prefeitura Municipal de Blumenau – PMB.
  • Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas de Blumenau e Região – SESCON.